0

ABÓBORA AMIGA


Os benefícios da abóbora



os benefícios da abóbora
abóbora pertence ao grupo das hortaliças, que é composto pelas verduras e legumes. Em sua composição nutricional você encontra carboidratos, proteína, pouquíssima gordura, cálcio, sódio, potássio, fósforo, ferro, magnésio, vitamina A, C, E e outras vitaminas.
Possui também bastante água e fibras.
A abóbora moranga, conhecida também como jerimum é rica em vitamina A, que devido a sua pigmentação, possui uma substância funcional que é um poderoso antioxidante (combate os radicais livres), colabora na prevenção de doenças cardiovasculares e outros benefícios.
Por conter todas essas propriedades, o consumo de abóbora está associado à redução no risco de certos tipos de câncer, doenças do coração, derrames e problemas na visão.
Não existe uma quantidade indicada, é importante que tenha um consumo regular, que faça parte do seu cardápio. A indicação do grupo das hortaliças por dia é de 3 a 4 porções por dia. Uma porção de abóbora cozida equivale aproximadamente a 50 gramas (1 ½ colher de sopa).
Essa quantidade tem cerca de 20kcal, é bem pouco, mas como qualquer alimento, a moderação é importante. Para quem quer emagrecer é uma boa sugestão, pois geralmente provoca uma sensação de saciedade maior em relação às demais verduras e legumes.
Na hora da compra a casca deve estar firme, lisa, sem rachaduras e não ter manchas. Se comprar em pedaços, escolha os que tem um aspecto fresco. Quando verde, deve ser conservada em lugar fresco e arejado. Quando madura deixe na geladeira.
Você pode variar: cozida, assada, refogada, mas com relação ao cozimento, a melhor forma é a vapor, pois elimina menos nutrientes.
As sementes de abóbora são ricas em fitoestrógeno, outra substância funcional que pode auxiliar na redução dos sintomas da menopausa e TPM, além dos níveis de colesterol. O óleo feito dessa semente possui efeitos antioxidantes, que previnem o envelhecimento celular devido à concentração de vitamina E. São boas fontes de zinco e gorduras insaturadas.
As sementes podem ser torradas, é só lavar bem as sementes, secar em um pano limpo ou papel absorvente, temperar com sal e levar ao forno quente por cerca de 40 minutos. Mexa de vez em quando para que fiquem torradas por igual.
A concentração de fibras na semente de abóbora é bastante elevada, o que torna o consumo diário desta semente muito indicado na prevenção e tratamento da prisão de ventre.
Como vocês podem observar tem bastante nutriente na abóbora, por isso não deixe de incluir em seu cardápio.
Por:
Roberta dos Santos Silva
Nutricionista-chefe do programa Cyber Diet, formada pela Universidade Católica de Santos CRN-3 14.113

Curiosidades
• No Brasil, a maior variabilidade entre as cultivares de abóbora e moranga se dá no Nordeste, onde é chamada de jerimum. Toda a região mostra cultivo em larga escala ou em nível de subsistência.

• Atualmente, os maiores produtores mundiais dessa hortaliça são os Estados Unidos, México, Índia e China.

• Segundo Grotto, a primeira torta de abóbora foi feita pelos colonos norte-americanos, assando a casca recheada com leite, mel e temperos. As pumpkin pies são obrigatórias no Dia de Ação de Graças.

• Ainda conforme o autor, a medicina popular sugere o consumo das sementes de abóbora para reduzir o inchaço da próstata e aliviar a náusea, sobretudo em gestantes, sendo que para isso devem estar cruas. Dietas que valorizam as altas taxas de ômega 3, facilmente encontradas nessas sementes, parecem ser benéficas para asmáticos.

• As sementes também são tidas como potentes vermífugos graças às suas propriedades laxativas e diuréticas. Na nutrologia médica de Credidio, descobre-se que para este fim as sementes devem ser utilizadas frescas, sem a película que as recobre, moídas e misturadas com açúcar.

• No México faz-se outro uso interessante das sementes de abóbora, como condimento para sopas, além de servir para engrossar e dar textura aos caldos. Os moles também recebem sementes de abóbora como ingrediente.


• Segundo pesquisas apresentadas por Grotto, o consumo regular da abóbora reduz as chances de desenvolvimento de câncer de próstata. E o óleo de sua semente auxilia na regressão da hipertensão. Ele aponta que uma pesquisa japonesa relacionou o consumo frequente de abóbora com a diminuição dos riscos de desenvolver quatro tipos de câncer: de estômago, de mama, de pulmão e de cólon.

• Na medicina tradicional chinesa, a abóbora é utilizada para aliviar complicações de doenças crônicas causadas pelo diabetes. Outras pesquisas associam o consumo de boa quantidade da hortaliça ao controle da glicose no sangue, algo importante para diabéticos do tipo melito.


• A abóbora é recomendada pela nutrologia médica de Credidio para a conservação da saúde da pele e das mucosas graças à sua grande quantidade de vitamina A, também indispensável para uma boa visão, para evitar infecções e como auxiliar no crescimento.

• Também na nutrologia médica trazida pelo autor, tem-se a abóbora crua ou cozida como cataplasma para auxiliar na cura de ferimentos, picadas de insetos, queimaduras leves e furúnculos. O purê de abóbora tem função diurética, auxiliando no tratamento de inflamações renais.

• A abóbora possui também vitamina B3, a Niacina, cuja função é evitar problemas de pele, do aparelho digestivo e do sistema nervoso. Como contém ainda sais minerais, como cálcio e fósforo, participa na formação de ossos, dentes e tecido muscular, na coagulação do sangue e na transmissão de impulsos nervosos. É indicada para pessoas de todas as idades por ser de fácil digestão.

De seus usos e derivados
Com as sementes de abóbora é possível fazer farinha para pães e bolos, mas também se pode apreciá-las torradas com sal.
Seus brotos (cambuquira) e folhas podem ser utilizados em sopas e refogados. As flores comestíveis são usualmente consumidas empanadas e fritas, mas também podem ser refogadas com carne ou manteiga ou enriquecer caldos, saladas e omeletes.
Já a polpa pode ser servida assada, tostada ou cozida em pratos salgados e doces, sendo utilizada em bolos, tortas, pães, saladas, sopas, purês e guisados com carne.
Para selecionar uma abóbora é importante avaliar seu peso e formato. Deve ser pesada e uniforme, bem desenvolvida. Sua casca deve apresentar-se sem brilho, pois este indica que foi colhida muito nova, sendo assim, não amadurecerá totalmente e terá qualidade inferior. Preservada por sua casca, a hortaliça deve ser mantida em local fresco e seco. Após aberta, deve ser consumida no mesmo dia ou conservada em saco plástico sob refrigeração por até dois dias, depois disso começa a deteriorar-se.
No Brasil, é comum o consumo das abóboras cozidas em água ou vapor. O quibebe, por exemplo, prato originário da região sul do país, traz a moranga refogada lentamente em panela tampada, adicionando-se água pouco a pouco a fim de não desmanchá-la durante a cocção. Uma maneira fácil de cozinhar a moranga é pincelá-la com óleo de milho por dentro e por fora e colocá-la de cabeça para baixo no micro-ondas. A casca pode ser aproveitada em farofa, misturada com carne moída e arroz.
Outra receita muito conhecida no Brasil é o camarão na moranga, prato típico da cultura litorânea que traz camarões descascados mergulhados em creme aveludado, preparado com queijo cremoso e polpa de moranga assada; há também o ensopado de carne-seca com cubos de abóbora, que é servido com pirão de farinha de mandioca ou farofa.
Para o doce de abóbora em calda, usa-se colocar os cubos de abóbora em solução de água e cal virgem. Esse processo permite que, durante o apurar do doce, os cubos permaneçam firmes por fora, sem se desmanchar, mas completamente macios por dentro.
As abóboras de pescoço, como são conhecidas, possuem fiapos; já a moranga e a abóbora japonesa têm polpa compacta, uniforme e lisa. Se cortadas em fatias e depois em tiras bem finas, abóboras cruas podem compor saladas.

Abóbora paulistaMorangaAbóbora japonesaAbóbora de polpa brancaAbóbora da quaresmaAbóbora azulAbóbora secaChilaGourdJerimuMogangoPotironRouge D’EtantAbóbora assadaBolo de abóboraCamarão na morangaCambuquiraDoce de abóbora moídoDoce de abóbora em pedaçosFlor da abóbora Pumpkin piePurê de abóboraQuibebeSemente de abóboraSopa de abóbora

0 recadinhos!:

Postar um comentário

Back to Top